Mudando de país #01

Posted in Vida de Comissária
on 5 de maio de 2018

1,2,3 … Gravando!!!! (Ops esqueci que é texto)

Olá queridas e queridos leitores, hoje venho com muita alegria contar uma novidade… e essas novidades vem para vocês também.

Hoje embarco para a jornada mais emocionante da minha vida, e quero muito levar vocês comigo, bom estou me mudando para o Qatar mais especificamente Doha. Mas como assim do nada você vai???? Bom não é bem assim do nada, faz alguns anos que venho tentando uma oportunidade de trabalho fora do Brasil e esse ano (com a Graça de Deus) chegou a minha vez!!!!!!

Eu sei parece loucura, mas vou contar como tudo começou, em 2000 tive o imenso prazer de fazer um intercâmbio em Londres, para estudar inglês na época eu era muito jovem e posso dizer que um pouco (desmiolada) imatura para algo tão grande e diferente, então acabou que não aproveitei muito como “deveria”, ou como os adultos (meus pais, tia e primas) achavam!

Quando voltei ao Brasil, voltei com a certeza de que eu não queria mais morar na minha cidade natal “São Paulo”; comecei a estudar mais o inglês por minha conta, me joguei em vários sites gratuitos para aprender inglês e acredite se quiser até em salas de bate papo e aplicativos de relacionamento tudo gringo porque meu foco era o inglês, e assim segui estudando por conta própria o idioma, na esperança de conseguir alguma bolsa de estudo, ganhar alguma promoção louca de intercâmbio porque não tinha dinheiro suficiente para custear um intercâmbio sozinha!

Foi então que estava olhando minha timeline do facebook sem nenhuma pretensão de nada e vi uma ex-colega de classe e amiga com um uniforme incrível de comissária, e eu fiquei encantadíssima com aquele layout todo elegante, e fiz o seguinte comentário na foto dela:

 – Nossa que linda!!!! Você é comissária no Oriente Médio?

E ela me respondeu: – Não amiga, eu trabalho no check in da Emirates uma empresa dos Emirados Árabes Unidos. Porque você não tenta ser comissária aqui? Você tem tudo que eles querem, é alta, bonita e fala inglês…

Na hora me deu um estalo e eu pensei, nossa está aí minha oportunidade de sair do país, era tudo que eu precisava pensei.

Sei que agradeci muito a ela, e lá fui eu fazer minha busca na internet a respeito da empresa… Descobri que naquele mesmo mês eles teriam uma seleção e eu resolvi tentar. Me lembro que na época eu não tinha nada, não tinha roupa social e muito menos tinha feito um curriculum em inglês.

Eu sei que sai correndo, atrás de tudo, tínhamos de fazer um cadastro online e eu quando eu vi que tinha que fazer uma foto vestida de comissária me desesperei porque assim como eu ia arrumar roupa? Mas graças a Deus estava na casa de uma amiga e para a minha sorte ela tinha muitas roupas sociais, porém em comum  mesmo nós só tínhamos a altura. O que resultou numa foto um tanto quanto desastrosa por 2 motivos.

  1. As roupas não tinham a cor padrão das roupas de comissárias, e ficaram super largas hahahahaha me lembro de ter colocado vários pregadores para dar uma ajustada.
  2. Eu fiz a foto de rosto e corpo inteiro como pedem, sem nem ao menos saber qual era o padrão certo.

Como vocês podem ver aqui ficou realmente um desastre, isso porque a parede era azul e meu amigo Joel salvador da pátria mudou pra mim!!! hahahahahahaha

E lá fui eu fazer a entrevista da Emirates “detalhe dessa vez com a roupa da minha mãe”. Cheguei lá super cedo (07:30) e enfrentei uma fila de mais ou menos umas 400 pessoas, eu realmente não fazia idéia da proporção que a empresa ou a entrevista era até chegar, lá e ver aquele mar de gente.

Eu via as pessoas se aproximando dos recrutadores e algumas eles pediam para esperar e outras iam embora, quando chegou minha vez o recrutador me perguntou meu nome e fez algumas perguntas aleatórias que respondi com um certo receio, então ele me pediu para fazer uma redação sobre o porque eu gostaria de trabalhar na Emirates, e foi ai que eu pensei:

Putz, eu não sei o que responder, então falei qualquer coisa que me veio na cabeça que agora não me lembro haha!!!! Eu fui muito mal, essas pessoas foram embora e eu fiquei pra fazer uma redação porque meu inglês é uma bosta , e eu ali me matando para fazer uma redação, vou e entrego a minha e mais uma vez o recrutador me pede para esperar em grupo e mais algumas pessoas foram pra casa, dentre essas pessoas que ficaram no grupo eles nos pediram para ler uma frase em inglês, e eu mais uma vez pensei o que eu to fazendo aqui meu inglês está tão ruim que to aqui nesse grupo pra provar que sei ler em inglês!!!! Serio mesmo isso …

No fim do dia (18:30) os recrutadores disseram em PORTUGUÊS, vocês não devem estar entendendo nada mas queríamos dizer que vocês foram selecionados para o Assesment Day da Emirates…

Na hora eu não sabia se ria ou chorava, fiquei sem palavras porque a todo momento eu achava que estava tendo mais uma segunda chance de mostrar que sabia inglês, quando na verdade eu estava passando as fases…

Foi ai que os recrutadores nos explicaram que deveríamos ter fotos melhores tanto Business como as Casual, e falou um pouco de como funcionava a empresa e tudo mais… e nos indicaram um lugar para fazer as fotos, que eu super recomendo pois fiz as minhas lá, na Fotos Sanjer.

Primeira  foto Business (para Emirates)

Minha primeira Foto Business (Eu gostei muito e ficou dentro do esperado – na minha concepção)

Minha primeira foto Casual

Minha primeira Foto Casual (Eu estava com cara de boba, na transição capilar então ficou boa, mas não era uma foto Nossa que maravilhosa – na minha concepção)

Minha Segunda Casual

(Essas são minhas preferidas, e acabei ganhando mais uma de rosto)

Minha segunda Business (para Qatar)

Bom enfim durantes muitas idas e vindas tentei varias cias do Oriente Médio dentre elas: Emirates Airlines, Etihad Airways e Qatar Airways.

A minha timeline é um pouco cheia por assim dizer pois tentei muitas vezes:

  • Emirates 7 vezes
  • Etihad 4 vezes ( 2 Finals Interview)
  • Qatar 3 vezes (1 Final e Contratada)

Totalizando 14 vezes de processo seletivo nas 3 cias aéras, confesso que pra mim foi bem estressante esses processos seletivos, muitas vezes bati na trave e quase consegui o emprego mas por algum motivo não era meu momento. Até que este ano chegou minha vez e eu com muito esforço e alegria consegui o tão sonhado trabalho de comissária no Oriente Médio.

Bom quer saber como foi meu processo seletivo até o tão sonhado SIM? então assina ai a newsletter que assim que esse texto for postado você recebe em Primeira mão por email.

 

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Leia também