All Posts By:

Paolla Dantas

Vida de Comissária Internacional

Posted in Vida de Comissária
on 23 de setembro de 2018

Olá minha gente linda!!!! Voltei, com mais um post e dessa vez ésobre minha nova profissão Comissária de Bordo Internacional…

Eu sei que muitas pessoas sonham com a carreira de comissário de bordo imaginando apenas no “glamour” da profissão, e não pensam só trabalho em si; Eu sei que através dela é possível viajar pelo mundo todo, hospedando-se em bons hotéis, conhecendo pessoas e lugares novos todos os dias e vivendo completamente sem rotina.

Mas quero e preciso ressaltar que apesar dos muitos benefícios proporcionados pela profissão, essa carreira de comissária de bordo também é muito exigente e com isso muitas responsabilidades também.

Além do atendimento ao cliente (passageiro), o comissário de bordo tem a responsabilidade de ser um importante elemento de segurança da aeronave, consequentemente de todos que estejam no avião. Nossa principal missão é garantir a segurança, tranquilidade e conforto dos passageiros e tripulação é claro que além disso, é necessário também que sejamos comunicativos, simpáticos e principalmente paciente, sabendo controlar situações complicadas, transmitir autoridade e respeito quando necessário e, principalmente, ter facilidade em se adaptar às situações diversas.

A carreira de comissário de bordo não exige formação superior, mas é bastante rigorosa quanto aos cursos, treinamentos e exames específicos, além de exigir uma licença de de voo.

Requisitos da carreira

  • Idade: É necessário ter no minimo 21 anos de idade para exercer a profissão internacionalmente, e não é um limite máximo de idade estabelecido de maneira expressa.
  • Altura: Em algumas empresas como Emirates exigem a altura minima de 1,60 cm. Já em Outras como Qatar Airways e Etihad você deve apenas alcançar 210 cm (pode fica na ponta do pé caso necessário).
  • Experiência: Não há exigência de experiência na área sendo que os cursos de formação e especialização são suficientes para preparar o candidato adequadamente.
  • Formação escolar: a exigência é de ensino médio completo.
  • Conhecimento de idiomas: No caso da carreira nacional o conhecimento de outros idiomas não chega ser uma exigência, mas sim um diferencial do profissional. Mas para a carreira internacional é imprescindível à fluência do inglês, ao menos.
    Devido à diversidade de pessoas com quem o comissário terá contato, quanto mais idiomas diferentes você for fluente melhor será sua comunicação e maiores serão as chances de boas companhias procurarem por você para contratação. Existem alguns casos em que é necessário falar o idioma da companhia, como é o caso da Air France que exige a fluência em francês.

O próximo passo é enviar currículo para as companhias aéreas e aguardar ser chamado para uma entrevista. Quando você for contratado, a companhia deverá oferecer instruções teóricas e práticas sobre o modelo de avião que você irá trabalhar. Somente após a realização e aprovação nessas etapas a companhia aérea solicitará à expedição da licença e do Certificado de Habilitação do comissário, que permitirá o exercício legal da profissão.

Minha maior dica para conseguir uma vaga de comissário é não ficar esperando, e sim enviar currículos para as empresas que você deseja trabalhar.

Rotina é realmente algo bem difícil de ter nessa profissão, sendo que o mais próximo disso que você irá chegar é conhecer a sua escala de viagem.

Ainda ficou com alguma dúvida sobre a carreira de comissária de bordo? Aproveita e acessa o link abaixo e vem saber porque virei comissária

Entre em contato e conte para a gente.

A Grande Muralha da China

Posted in China
on 17 de agosto de 2018

Quer saber mais sobre a Muralha da China? Vou contar agora para você a história da Grande Muralha e apresentamos curiosidades e fotos. Bora lá?

Quando falamos da China,  o que primeiro vem a nossa mente (o ao menos na minha) é a lembrança de suas grandes invenções (como o papel, a pólvora e a bússola); de seu imenso território; de sua população de bilhões de pessoas; ou mesmo de suas obras de arte e de seu estilo arquitetônico peculiar e marcante.

No entanto, um dos elementos mais lembrados da cultura chinesa é a Muralha da China. Também conhecida por A Grande Muralha, uma das mais marcantes e conhecidas estruturas arquitetônicas já feitas pelo homem. Ela é também uma das sete maravilhas do mundo moderno.

Se você deseja conhecer mais sobre a Grande Muralha da China; quer saber mais sobre sua história; deseja conhecer algumas curiosidades sobre esse monumento; ou mesmo conferir incríveis imagens e fotos de uma das construções humanas mais impressionantes do mundo, este post foi feito para você. Você confere agora em detalhes sobre a história da Muralha da China e também algumas fotos e curiosidades deste monumento!

História da Muralha da China

A Grande Muralha da China é um patrimônio mundial da Unesco e também um dos monumentos mais conhecidos de todo o mundo; considerado uma das sete maravilhas do mundo moderno; e uma das mais complexas e incríveis construções arquitetônicas de todo o planeta.

Construída com objetivos militares ao longo de diversas dinastias, e ao longo de mais de dois mil anos, a Grande Muralha teve grande importância na proteção do território do país e, hoje, é um dos mais conhecidos símbolos culturais da China e também uma das atrações turísticas mais procuradas pelos visitantes.

Diz-se que a Grande Muralha da China foi desenvolvida para proteger o território chinês de povos externos como os Mongóis e Unos, mas existem historiadores que enxergam o monumento como possuindo um objetivo bastante distinto: fornecer um local de trabalho conveniente para enviar os desordeiros; dar emprego para uma população cada vez maior de soldados sem trabalho; e também manter as forças militares fora da capital.

Extensão da Grande Muralha da China

Considerado um dos maiores monumentos de todo o mundo, a Grande Muralha tem, atualmente, comprimento total de 8.850 Km, sendo que os estudiosos afirmam que a Muralha já contou com mais de 22 mil quilômetros de extensão em sua totalidade, com altura média de sete metros.

Por não ser uma estrutura única, ou seja, por ter sido construída ao longo de séculos, em diferentes regiões, por diferentes povos e com diversos materiais, as características da muralha variam de acordo com a região em que o monumento está localizado.

Em geral, os muros da Grande Muralha contam com largura de sete metros em sua base e de seis metros em seu topo, com uma altura média de sete metros e meio. Além dos muros da muralha, também fazem parte da imensa estrutura os fortes de proteção, as torres de vigilância e as portas e portões de acesso.

Curiosidades sobre a Grande Muralha da China

Como a Grande Muralha é um dos monumentos mais conhecidos de todo o mundo, é bastante comum que exista muita curiosidade a respeito de sua existência; e também sobre mitos famosos, como o que diz que a muralha pode ser vista do espaço.

Que tal conhecer mais sobre algumas das curiosidades sobre a Muralha da China?

  1. A Muralha da China, também conhecida como Grande Muralha, foi construída durante o Império Chinês. Tendo objetivo militar, mas também como forma de empregar um número cada vez maior de soldados;
  2. Sua construção começou em 220 a.C, mas só terminou no Século XV, durante a famosa Dinastia Ming;
  3. Possui mais de 8 mil quilômetros de extensão; sendo a maior muralha de todo o mundo e um dos maiores monumentos de toda a história;
  4. Sua construção envolveu centenas de milhares de pessoas; entre soldados, camponeses e trabalhadores forçados; utilizando muralhas mais antigas e outras construções e estruturas militares;
  5. Apesar da famosa afirmação de que é possível visualizar a Grande Muralha do espaço, não há comprovação científica de que isso seja verdade;
  6. É considerada um símbolo da China desde 1980;
  7. É uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo desde 2007;
  8. É um patrimônio mundial da Unesco; e um dos pontos turísticos culturais mais visitados do mundo.

Como a Muralha da China é um dos patrimônios turísticos mais visitados de todo o mundo, é bastante comum que as viagens turísticas para o país asiático incluam também visitas ao grande símbolo chinês. Você pode conferir mais informações sobre a China conferindo nossa sessão somente sobre a China.

O que você achou de saber mais sobre a história da Grande Muralha da China e suas curiosidades? Não deixe de comentar ou de fazer sugestões. Vou adorar lhe ouvir!

ANTES DE VIAJAR PARA A CHINA

Posted in China
on 16 de agosto de 2018

Já pensou como seria diferente estar do outro lado do mundo? Viver comendo com Hashi “os famosos palitinhos”, comprar muitos eletrônicos e falar outra língua, que não seja o inglês? Pois é exatamente isso que muitos pensam antes de viajar para a China e acabam se chocando com a diferença cultural que o país apresenta.
A primeira preocupação que se tem que ter em mente é sobre o visto, brasileiros e europeus precisam de visto e é necessário saber qual tipo de visto será solicitado, por exemplo, existem vistos que só permitem uma entrada na China, ou seja, se decidir ir à Hong Kong e sair da China Continental, não consegue voltar sem um visto de múltiplas entradas. Também é necessária a carteira internacional atestando a vacinação contra a febre amarela.
Neste post alguns aspectos importantes serão apresentados e algumas dicas para quem pretende viajar a China estarão presentes também.

O idioma

Quase ninguém compreende o inglês no país. Ter um papel anotado com o nome dos lugares que precisar ir, onde quer comprar, endereços, TUDO deve estar escrito em chinês, porque será impossível chegar ao seu destino ou pedir algo para comprar se utilizar apenas o inglês.  Alguns lugares ainda estão acostumados com mais turistas e saber falar melhor, mas nada é 100%. O mandarim é complicado, mas as palavras iniciais, como “oi”e “obrigado”ajudam bastante na comunicação.

 

A Comida

Muito diferente do famoso “China in Box”, a comida por lá não é assim. Algumas são preparadas na rua, sem qualquer indicio de higiene e se quiser comer em restaurantes melhores, busque por aqueles que são mais tradicionais. Na China não é difícil encontrar redes de fast-food ou hipermercados que oferecem muitos alimentos mais parecidos com o que estamos acostumados. Ao contrário do que falam, as comidas exóticas são para os turistas, então comer escorpião ou cigarras não é o principal item da alimentação dos chineses. Em cidades maiores, há várias padarias ótimas. Outra preocupação que nota-se é o fato da comida ser apimentada em quase todos os lugares.

Dinheiro

A maior parte dos lugares só aceita cartão de crédito da China. Tenha dinheiro sempre, são pouquíssimos lugares que aceitam cartão de Crédito de outro país e é muito fácil sacar dinheiro em caixas ATM.
Barganhar é uma arte na China, se não fizer isso pode até ser considerado falta de respeito.Vale tudo: diga que não quer mais, vá embora e logo o vendedor já chamará para outra negociação ou aceitará sua oferta.

 

Os chineses

É normal fumar e cuspir o tempo todo e em qualquer lugar, eles fazem isso sempre e temos que se acostumar com essa “mania”. As mulheres de lá são bem vaidosas e os jovens e crianças sempre estão tentando tirar fotos com os ocidentais ou vêm ao nosso encontro para poder falar inglês.
Os banheiros públicos são no chão, é aconselhável sempre ter um lenço umedecido ou um lenço de papel, porque é comum a falta de papel higiênico.
Os chineses são enrolados e é preciso ter paciência, eles não respeitam filas e tudo está muito lotado, na maioria das vezes. A China apesar de receber muitos turistas recebe da própria Ásia, acostume-se com os orientais nos lugares turísticos.

Transporte

O trânsito é uma loucura. Os táxis são bem abaixo do preço e as corridas valem a pena, uma boa escolha pra quando precisar, pois os motoristas são bem simpáticos e tentam entender nossas mímicas, entretanto ainda existem alguns que possuem taxímetros adulterados e pode acabar saindo caro.
Os trens na China são os melhores do mundo, tanto os normais quanto os de alta velocidade. Nem todas as viagens são rápidas, por isso é bom ter em conta qual dos trens é melhor para o seu perfil: os rápidos (fast trains) ou os hard sleepers (que possuem cabines com camas)

A internet

Alguns sites na internet são proibidos na China, como o facebook, twitter, youtube, todavia existem métodos para burlar este sistema com programas, que mudam a cada vez que o governo descobre.

 

Segurança

A China não é perigosa e é muito tranquilo fazer turismo por lá. Apesar de existir essa barreira de comunicação, da língua, os funcionários de hotéis e outros estabelecimentos são simpáticos e tentam, como podem, resolver seus problemas.
Uma ação muito recorrente que existe por lá é o “golpe do chá”: Jovens (que dizem serem estudantes) aproximam-se e conversam porque querem “praticar inglês”, perguntam sua origem e logo te convidam para tomar um chá ou café. Não aceite, é um golpe. Quando chega na tal casa de chá, cobram uns U$100 por uma xícara. Mas é bem fácil identificar as pessoas que tentam aplicar esse golpe, visto que tem um inglês muito bom, estão bem vestidas, são muito simpáticas, em 99% das vezes pedem para tirar foto com você, estão nos principais pontos turísticos e são muito boas de lábia.