Browsing Category:

Organize sua Viagem

Dicas de Viagem – Gaste menos e viaje mais!!!

Posted in Organize sua Viagem
on 30 de agosto de 2016

Economize na sua viagem!

Bom acho super válido se inscrever num programa de milhagem. Faça parte dos principais clubes de milhagens, mesmo de cias aéreas que você não faz questão de viajar. Lembre-se de guardar os dados e as senhas do seu cartão e de seu acesso em um lugar prático – Tá, isto pode parecer super óbvio, mas como não se usa estes dados com frequência, dificilmente você vai lembrar deles  depois de um tempo, quando precisar aproveitar uma promoção, por exemplo.

Abaixo tenho algumas dicas para você viajar gastando pouco desde as passagens até hospedagem, alimentação e transporte. 😉

Fique atento às promoções

Cadastre-se para receber emails das promoções das cias aéreas. Siga-as no twitter ou no Facebook. As empresas usam as redes sociais para anunciar as promoções. Uma lugar legal de sempre dar uma olhada é o Melhores Destinos.

Grande parte das promoções acontecem nos finais de semana. ´Geralmente começam na sexta feira à noite e vão até 6h da manhã de segunda-feira. Sempre que uma empresa faz promoção, a concorrente também faz, no mesmo período ou logo em seguida.então é bom ficar ligada!

Acumule milhas

Você pode fazer isso de maneiras variadas e aqui estão algumas delas:

  • Transformar seus gastos no cartão de crédito em milhas. Informe-se no seu banco sobre o assunto!
  • Ficar atento aos serviços que você utiliza. É possível acumular pontos em lavanderias, hotéis e empresas de aluguel de carro. Não deixe nenhum ponto passar batido!
  • Assinaturas de revistas
  • Com Cartão de Crédito do tipo PLATINUM, que acumula quase 50% a mais que os cartões comuns.

Hospede-se em hostels

Ao redor do mundo, muitas pessoas já estão acostumadas a ficar em hostels durante suas viagens nacionais ou internacionais. No Brasil, o mercado não é muito grande, mas aos poucos vem ganhando espaço e se tornando uma opção econômica e divertida. Além de o preço ser menor do que o de hotéis, você ainda aproveita a oportunidade para conhecer pessoas e trocar experiências, já que esse tipo de hospedagem incentiva o convívio e a coletividade.

Opte pelo prato do dia

Para uma alimentação econômica, saia do eixo turístico.  Os restaurantes nos principais pontos turísticos sempre são mais caros do que os de regiões mais “normais”. Além disso, vários restaurantes oferecem no horário do almoço o Prato do Dia, o famoso PF. Por um preço em conta você aproveita uma entrada, o prato principal, e, às vezes, até uma bebida e sobremesa!

Use o transporte público

Usar ônibus ou metrô é, com certeza, uma ótima opção para baratear os custos da sua viagem. E várias cidades têm um transporte coletivo bem organizado, fácil de usar. Às vezes compensa comprar um cartão com várias passagens, a um preço mais acessível. E, claro, sempre que puder vá a pé ou de bicicleta. Você consegue conhecer muito melhor os lugares por onde está passando!

Tudo sobre bagagem

Posted in Organize sua Viagem
on 14 de agosto de 2016

Vamos falar de Bagagem?

Ninguém planeja ter a bagagem extraviada, mas incidentes como este infelizmente acontecem. Estar preparado para situações inesperadas é essencial, principalmente em viagens para o exterior, onde a barreira do idioma pode dificultar a comunicação. Confira como proceder em relação a sua bagagem.

A bagagem não apareceu na esteira do aeroporto. Qual a primeira coisa que devo fazer?

A espera da mala na esteira é sempre um momento de certo incomodo: todos estão cansados da viagem e mal podem esperar para sair do aeroporto. A gente fica de olho, torcendo para nossa mala ser a próxima a aparecer, enquanto outras pessoas vão pegando seus pertences e deixando a área. Após muita espera você se deu conta de que sua mala não apareceu… E aí? Como proceder?

Entre em contato com um funcionário da companhia e preencha o Registro de Irregularidade de Bagagem (RIB) ou um formulário similar, como o Property Irregularity Report (PIR). Ele funciona como um boletim de ocorrência, em que você preenche os dados necessários – nome, número do vôo, tipo de mala – para dar início à busca de seus pertences. De casa ou do hotel, você pode ligar para a companhia aérea de tempos em tempos para saber em que pé está a procura. Alguns sites permitem acompanhar o rastreamento da bagagem via internet. Segundo estatísticas do Departamento de Transporte Americano, 98% das bagagens atrasadas são rastreadas tão logo o passageiro sente a sua falta e, em geral, devolvidas num espaço de tempo curto. O site do órgão (www.dac.gov.br) orienta o passageiro e também tem um formulário on-line para reclamações.

A mala chegou, mas com sinais de arrombamento ou avariada. E agora?

Depois de retirar a mala na esteira, verifique ali mesmo se ela está intacta. Há prazos variáveis de acordo com a companhia (a média é de uma semana) para reclamar, mas o ideal é avisar a empresa imediatamente. O funcionário da companhia aérea verificará o motivo do dano. A Delta, por exemplo, deixa claro que não se responsabiliza por bagagens mal embaladas ou cheias demais. Verificado o dano, as companhias aéreas cobrem o custo do conserto. Se for constatado que a mala perdeu sua serventia, o passageiro recebe uma peça igual ou similar. Avise também se estiver faltando algum pertence.

Existe um prazo para o rastreamento?

Quando uma mala não chega a seu destino, a companhia aérea faz a busca nos porões da aeronave, no terminal de passageiros e nos galpões de carga e também lança a informação sobre a bagagem em redes computadorizadas de rastreamento. Lufthansa, Air France, British Airways, Varig e TAM, por exemplo, utilizam o WorldTracer, um sistema de administração de informações para bagagens mal manejadas que conta com 300 membros em mais de 2 200 aeroportos. Os dados da mala são cruzados com os de bagagens encontradas sem identificação nos aeroportos. Em geral, as companhias aéreas começam a busca pelas características externas da mala. Após alguns dias, entra-se em uma segunda fase de busca, pelo conteúdo da bagagem. No Brasil, o extravio de uma mala é caracterizado se ela não é encontrada dentro de um prazo de trinta dias. Mas isso pode variar de empresa para empresa, principalmente entre as internacionais. Na Lufthansa, por exemplo, o prazo é de trinta a sessenta dias. Já na United, vai de 45 a cinqüenta dias. Após esse período, dá-se início ao processo de ressarcimento ao passageiro pela mala perdida.

Até quanto posso receber de indenização?

Para vôos internacionais prevalecem as regras da Convenção de Varsóvia, o tratado que unificou diversas normas para o transporte aéreo internacional. Anote o valor atual da indenização: 20 dólares por quilo de bagagem. Portanto, o valor é limitado pelo peso máximo permitido para cada passageiro. No Brasil, o Código Brasileiro de Aeronáutica prevê indenização de um máximo de 150 OTN (Obrigações do Tesouro Nacional). Segundo o DAC, em geral, a indenização fica entre o valor em OTN da legislação nacional e o valor estabelecido para os vôos internacionais.

O que fazer se eu não concordar com o valor oferecido pela bagagem perdida?

Você pode procurar órgãos de defesa do consumidor. O Procon, % 1512 (SP), orienta-se pelo Código de Defesa do Consumidor naquilo que mais beneficie a vítima, mas respeita a Convencão de Varsóvia e só entra em ação se o passageiro tiver procedido dentro das normas de despacho de bagagem e provar que estava levando o valor alegado. Já o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) acredita que o limite estabelecido em Varsóvia não é a última palavra. “O Código diz que as indenizações não podem ser limitadas”, afirma o advogado Marcos Diegues, do Idec. Se você achar que o problema das malas arruinou suas férias, a saída é recorrer à Justiça. Você pode ainda reclamar no DAC. Ele tem competência legal para multar a empresa, mas não para indenizar a vítima.

E se, no ato da entrega da mala que estava extraviada, ela estiver danificada?

Se o passageiro receber em casa a mala que estava extraviada e perceber algum dano nela, deve fazer uma reclamação formal à empresa aérea. Nesse caso, também a companhia assume o conserto e eventual substituição da mala.Vale a pena declarar o que estou transportando antes do embarque?Em algumas empresas aéreas, o passageiro pode declarar o conteúdo da bagagem antes de embarcar, mas geralmente é cobrada uma taxa. E você poderá ter de mostrar o conteúdo da bagagem aos funcionários. Como isso leva tempo, procure se informar sobre os procedimentos com antecedência, para não atrapalhar o seu check-in. Existe também uma longa lista de objetos de valor pelos quais as companhias não se responsabilizam, como jóias, papéis negociáveis, pinturas, antiguidades, documentos e máquinas fotográficas. Estes devem ir na bagagem de mão. Para objetos muito caros ou grandes, a sugestão é fazer um seguro específico

Quais as chances de a bagagem se perder?

São várias as causas possíveis. A etiqueta que marcava o destino pode ter rasgado ou ter sido arrancada em meio ao caminho para os contêineres, para onde as malas seguem em esteiras, como em uma linha de montagem. Há aeroportos onde a leitura ótica é usada para encaminhar a bagagem, mas ainda assim podem acontecer erros. Mais raramente, ocorrem falhas na hora de fazer o check-in. Por isso, é importante verificar na etiqueta de despacho da bagagem – que você recebe ainda no balcão do aeroporto – se ela está indo para o destino correto. Um dos principais fatores que aumentam os riscos de a mala se perder são as conexões. Embora os aeroportos calculem o tempo mínimo para trocar de avião, um atraso por motivos meteorológicos ou mecânicos é capaz de atrapalhar o transporte da bagagem. Assim, ela não embarca no mesmo vôo que o dono.

O que o seguro-viagem oferecido pelas agências prevê para o caso de malas que não cheguem a seu destino?

O seguro-viagem cobre bagagens extraviadas, sendo que o valor varia de acordo com o plano adquirido. O pagamento é feito somente depois que a companhia aérea confirmar o extravio. Por isso, o ressarcimento pode demorar. O Tourist Card paga até 2 000 dólares em seu plano mais caro, dependendo do peso da bagagem. O SOS Assistência ressarce o cliente em até 1 200 dólares, além de reembolsá-lo pelos gastos que ele possa vir a ter se a mala demorar mais de seis horas para aparecer, embora esse valor tenha limite. O World Plus, por sua vez, paga até 2 000 reais. Esses seguros ainda acompanham a procura pelos pertences desaparecidos. Alguns cartões de crédito fornecem seguro-bagagem quando são usados na compra da passagem.

Vale a pena embrulhar a bagagem naquele filme plástico oferecido nos aeroportos?

Depende do valor do conteúdo de sua mala. Pode-se utilizar o plástico como reforço para uma mala que esteja muito cheia ou frágil ou apenas para preservá-la. Tem gente que adquire malas muito caras e quer garantir que elas não se estraguem durante o vôo. Em áreas descobertas de aeroportos, o plástico protege melhor em caso de chuva. É importante deixar uma alça para fora, para colocar as etiquetas e facilitar o transporte. Nos principais aeroportos brasileiros, a empresa Protec Bag envolve a mala em um filme de PVC (12 reais para malas comuns), que, através de um processo térmico, encolhe e adere à peça. Esse filme fica inutilizado se for tirado. Assim, também fica mais fácil saber se a mala foi violada ou não.

O que posso fazer para evitar o sumiço da mala ou que ela se abra?

Feito o check-in, a mala estará nas mãos da companhia aérea, mas algumas dicas ajudam a reduzir as chances de você ficar a ver navios. A identificação é importante. Pelo nome estampado na bagagem, a empresa aérea pode rastrear o dono e checar para onde ele estava indo. Coloque etiquetas com seu nome, endereço e número de telefone (de preferência, deixe também um número de telefone de um amigo), fora e dentro da bagagem. Além disso, se possível, leve um papel com seu itinerário de viagem no interior da mala: em um roteiro com várias escalas, fica mais fácil localizá-lo. Quando fizer o check-in, certifique-se de que sua bagagem está indo para o lugar certo. A etiqueta adesiva que o atendente cola em seu bilhete traz as informações, além de servir como comprovante do despacho. Lacre bem a mala. Malas parecidas costumam causar enganos ou facilitar a vida de quem age de má-fé. Fitinhas ou adesivos que “personalizam” a bagagem ajudam a prevenir. Evitar vôos com muitas conexões ou escalas e não chegar em cima da hora para o check-in são atitudes que diminuem o risco de a viagem naufragar. Em tempo: 100% de garantia, só mesmo se você não despachar nenhuma bagagem.

Como posso me virar no primeiro dia sem as minhas coisas?

Valores e regras variam, mas as empresas aéreas oferecem uma ajuda de custo ao passageiro quando ele não está na cidade onde mora e a bagagem não chega logo. Não espere muito. Se a mala não aparecer em 24 horas, a TAM libera ao cliente 50 reais em vôos domésticos e 50 dólares nos internacionais. Já em companhias como United e Air Canada, o valor varia de acordo com a classe em que o passageiro voou. Se você precisar comprar algum item de necessidade básica, pode pedir reembolso, apresentando notas fiscais, mas isso sempre será analisado pela companhia aérea. Na Air France, o reembolso é de 100% para artigos de toilette e 50% para roupas e artigos duráveis. Lembre-se de perguntar sobre esse tipo de reembolso e ajuda à companhia aérea. A publicitária Amanda Felicio ficou sem a mala após voar de Ibiza para Lisboa. Ela não sabia e nem foi avisada pela funcionária que a atendeu sobre a possibilidade de reembolso e gastou 200 euros a mais na viagem. A babagem demorou um dia para aparecer. “Agora só ando com uma mala pequena para não ter de despachar”, diz.

É verdade que as malas são abertas depois do check-in?

Não, a não ser que haja alguma ordem judicial ou urgência policial. Mesmo assim, a abertura será informada ao passageiro e ele provavelmente será chamado para acompanhar o processo. Também pode acontecer de a mala ser aberta se o raio-X detectar algum objeto que os funcionários encarregados não consigam identificar. Mas, nesse caso, o passageiro é chamado para que ele mesmo esclareça a dúvida ou abra a mala. Além disso, em alguns aeroportos, a bagagem passa por esse tipo de aparelho antes mesmo do check-in.

Algumas maneiras de reduzir as despesas (para ter mais dinheiro para a viagem)

Posted in Organize sua Viagem
on 12 de julho de 2016

Como você se sente depois do dia de pagamento?

Feliz com a quantidade que você investiu na sua poupança (para  suas viagens espero), pagou suas contas? Ou  está morrendo lentamente, porque você não pode sequer pagar suas contas e seus sonhos de viajar pelo mundo a fora, está escorregando pelas suas mãos? Realmente esperando que sua resposta seja a primeira opção, mas se for a segunda opção não tenha medo, você sempre pode reescrever a história. Vou falar de dinheiro aqui, porque sei que é o que você mais precisa na hora de viajar, então, vamos direto ao ponto…

Quais são as três regras para a guardar mais dinheiro?

  • Reduzir despesas
  • Criar mais dinheiro
  • Economizar mais dinheiro

Prioridades e Desejo

Se você quer fazer das viagens uma prioridade em sua vida,  você terá de encontrar uma maneira de cortar gastos desnecessários e canalizar todas as suas finanças. E eu assim como você, sei o quão difícil é economizar dinheiro e pagar as dívidas; especialmente se você tem filhos e está vivendo de um salário (relativamente pequeno) ou você tem empréstimo estudantil.

Seja claro sobre o que é que você quer da vida.

Se você achar que você tem um guarda-roupa cheio de roupas nunca usado, ou uma garagem cheia de brinquedos não utilizados,  você não está claro sobre o que você quer da vida ou o seu propósito.

Preste atenção nos teus hábitos.

Dê uma olhada nos teus últimos três meses de extratos bancários e você deve ver padrões. Você provavelmente vai se surpreender com o número de coisas e maneiras, que você desperdiça seu dinheiro.

Agora vamos  às mudanças:

1. Reduzir suas contas:  “Faça uma lista de todas as suas contas e como você pode reduzir os gastos.”

Algumas dicas:

  • Reduzir suas contas de energia, água e gás.
  • Coloque seus aparelhos em modo de espera ou desligue todos os dispositivos não utilizados.
  • Use ventilador em vez de Ar Condicionado.
  • Pendurar suas roupas para secar em um varal, ao invez de usar uma secadora.
  • Use lâmpadas e aparelhos energeticamente eficientes.
  • Tome banhos mais rápidos.
  • Você pode pagar suas parcelas adiantado e receber um desconto
  • Re-examinar suas políticas de saúde, automóvel e seguro de vida.
  • Existe um plano mais barato telefone celular?
  • Serviços de internet, telefone e serviço de tv a cabo. (Como um cliente a longo prazo, você pode pedir um desconto?)

2. Reduzir os custos de moradia

  • você pode se mudar para um apartamento/ casa menos caro?
  • você pode refinanciar sua hipoteca?

3. Reduzir as taxas bancárias e juros

  • Gerenciar o seu crédito
  • Evitar taxas de cheque especial.
  • Negociar uma melhor taxa de juros em seu cartão de crédito.
  • Transferir o seu saldo do cartão de crédito para um cartão de crédito mais baixo.
  • Não use máquinas não-bancárias que cobram uma taxa.

4. Reduzir despesas do carro

  • você pode diminuirr o tamanho de seu carro?
  • você pode andar por aí seu carro?
  • Comprar um de segunda mão (com qualidade) em vez de novo.
  • Conduzir de forma sensata a uma velocidade que economize combustível.
  • Faça uma lista antes de ir ao supermercado, assim você não tem que fazer viagens adicionais.
  • Escolha anda a pé ou de bicicleta em vez de dirigir.
  • Utilize os transportes públicos.

5. Reduzir as despesas de alimentação

  • Faça um plano de refeição semanal e, em seguida, uma lista de compras com isso, e isto irá parar a compra por impulso.
  • Nunca faça compras quando estiver com fome! 😉

6. Cancele jornais e revistas por assinaturas 

  • Revistas são caras, e principalmente repleta de anúncios, além disso, juntam pó e estragam a mesa do café.
  • Emprestar livros da biblioteca, ler os artigos on-line, e siga blogs.
  • Em vez de ler revistas, usar esse tempo para sonhar, planejar e agir.

7. Cancelar televisão por cabo

  • Você realmente precisa de mais de 100 canais?
  • TV a cabo é um exemplo do desejo da humanidade para encher nossas vidas com porcaria inútil. è claro que tem muitos canais bons, mas a maioria é ruim, ou repetitivo.
  • Alugar DVDs, ver online também é uma boa.

8. Deixe o carro  em casa e use o transporte público

  • Guarde o seu dinheiro, e ajude o meio ambiente, troque seu carro por transporte público, bike, ou seus pés. Isso irá ajudá-la a entrar em forma para as suas viagens tanto física como financeiramente. 😉

9. Economize combustível

  • Felizmente, você não usando seu carro, mas você pode economizar em combustível.
  • Reduzir o tamanho de seu carro. Você realmente precisa de carros grandes?

10. Pare de comer fora

  • Substituir comer fora por piqueniques no parque ou churrascos em casa com seus amigos pode ser bem divertido, outras coisa que pode fazer é tentar novas receitas e enquanto você cozinha ouvindo sua lista de reprodução favorita no Spotify.

11. Compre itens não perecíveis a granel

Esses itens a granel custam menos podem durar um longo tempo. E  isso vale para  os produtos de limpeza e até mesmo roupas.

12. Comprar produtos genéricos

  • Atualmente temos mais e mais produtos de marcas genérica, o que significa menos dinheiro gasto. Olhe para os ingredientes em produtos de “marca” e confira se eles são o mesmo, que os genérico.
  • E o mesmo vale com as roupas, muitas vezes você está pagando apenas pelo nome da marca e não pela qualidade.

13. Anular a adesão da academia

  • É eu sei que dói… Eu costumava ir à academia todos os dias da semana. Confesso que no plano que eu pagava não utilizava nada mais do que a parte musculação.
  • Mas como educadora física posso dizer que caminhar na esteira da academia, tem o mesmo efeito de correr aquelas pequenas trilhas do no seu próprio bairro (ou se você for sortuda e morarem um prédio que tem academia, pode treinar lá). Eu também tenho um aplicativo (FREELETICS  BODYWEIGHT || FREELETICS RUNNING)  no meu celular com exercícios que podem ser feitos em casa. Não sou patrocinada pela marca nem nada disso, estou compartilhando porque é um bom aplicativo e tem funcionado pra mim.

14. Leve o seu almoço para o trabalho

Cozinhe em grandes quantidade no jantar, e separe uma parte e congele para levar no dia seguinte quando for trabalhar. Você vai economizar muito dinheiro. Se você esquecer de separar não tem problemas, pegue um sanduíche, frutas e uma fatia de bolo que você  mesmo fez na semana e leve.

15. Cortar as xícaras diárias de café (compradas)

Esta é uma das maiores fraqueza dos bebedores de café ( ou chá no meu caso) e eu sei que eles são tão bons que é difícil de resistir. Mas fazendo o seu café em casa em vez de comprar você economiza  bastante dinheiro dinheiro.

16. Cortar gastos com roupas de luxo  

Olhe eu queria dizer que não há nada de errado em comprar em  brechôs e lojas de segunda mão. Muitas vezes, nós escolhemos gastar mais com esses itens de luxo, porque nós queremos aumentar o valor de nós mesmos nos olhos de outras pessoas. Você será muito mais atraente e inspiradora para os outros, se você tem uma vida de enriquecimento de memórias em vez de uma roupa nova a cada dia.

17. Reduzir os custos babás e cuidadoras

Pagar por uma ajuda para cuidar de seus filhos (caso você tenha um) é um gasto que vem aumentando especialmente se você vive no Brasil, onde o custo continua subindo.

18. Reduzir atividades extra-curriculares do seu filho

Alguns pais nunca param de correr com os seus filhos durante os sete dias por semana. Além de custar dinheiro para eles para participarem destas atividades, também tem os custos de combustível, uniformes e comida extra.

Mas eu te pergunto: O seu filho realmente precisa fazer e jogar todos os esportes? Que atividades seu filho sinceramente tem se  interessado?

19. Deixe o cartão em casa

Quando você estiver indo para algum happy hour, ou festa/balada, deixe o cartão em casa e leve uma quantia fixa em dinheiro dessa forma, uma vez que você gastou o dinheiro, você não será tentado a tirar mais dinheiro para gastar.

20. Fique de olho em descontos especiais nas lojas locais

Sempre que vejo algum item em especial na promoção, e sei que vou usá-los e isso me poupa muito dinheiro – muitas vezes 50% então vou lá e compro.

21.  Cuidar da sua própria  horta de fruta e vegetais

Minha amiga atualmente tem um jardim com pequenos vegetais. Eu amei o pequeno jardim, sendo assim ela escolhe algumas folhas e assim fica livre do desperdício.

22. Esqueça os filmes

Se você sempre  vai ao cinema aqui no Brasil, certamente você vai ter um ataque cardíaco. Já que não se pode ir por menos de R$ 50,00  por duas pessoas.

Você tem a opção de ir nos dias baratos ou assistir os filmes em casa, ou já pensou em alugar ou até mesmo recorrer ao Netflix?

23. Visite a sua biblioteca local

Pegar livros emprestados, pode reduzir suas despesas  de leitura, a segunda opção é trocar em alguma comunidade de troca de livros on-line.

Depois de salvar o seu dinheiro você vai estiar pronta para sua próxima viagem;  eu quero compartilhar aqui para vocês algumas dicas sobre como viajar o mundo sem custar uma fortuna.

Mas e ai? Quais são as duas estratégias para reduzir as despesas em casa, para suas próximas viagens?