Browsing Category:

Vida de Comissária

Vida de Comissária Internacional

Posted in Vida de Comissária
on 23 de setembro de 2018

Olá minha gente linda!!!! Voltei, com mais um post e dessa vez ésobre minha nova profissão Comissária de Bordo Internacional…

Eu sei que muitas pessoas sonham com a carreira de comissário de bordo imaginando apenas no “glamour” da profissão, e não pensam só trabalho em si; Eu sei que através dela é possível viajar pelo mundo todo, hospedando-se em bons hotéis, conhecendo pessoas e lugares novos todos os dias e vivendo completamente sem rotina.

Mas quero e preciso ressaltar que apesar dos muitos benefícios proporcionados pela profissão, essa carreira de comissária de bordo também é muito exigente e com isso muitas responsabilidades também.

Além do atendimento ao cliente (passageiro), o comissário de bordo tem a responsabilidade de ser um importante elemento de segurança da aeronave, consequentemente de todos que estejam no avião. Nossa principal missão é garantir a segurança, tranquilidade e conforto dos passageiros e tripulação é claro que além disso, é necessário também que sejamos comunicativos, simpáticos e principalmente paciente, sabendo controlar situações complicadas, transmitir autoridade e respeito quando necessário e, principalmente, ter facilidade em se adaptar às situações diversas.

A carreira de comissário de bordo não exige formação superior, mas é bastante rigorosa quanto aos cursos, treinamentos e exames específicos, além de exigir uma licença de de voo.

Requisitos da carreira

  • Idade: É necessário ter no minimo 21 anos de idade para exercer a profissão internacionalmente, e não é um limite máximo de idade estabelecido de maneira expressa.
  • Altura: Em algumas empresas como Emirates exigem a altura minima de 1,60 cm. Já em Outras como Qatar Airways e Etihad você deve apenas alcançar 210 cm (pode fica na ponta do pé caso necessário).
  • Experiência: Não há exigência de experiência na área sendo que os cursos de formação e especialização são suficientes para preparar o candidato adequadamente.
  • Formação escolar: a exigência é de ensino médio completo.
  • Conhecimento de idiomas: No caso da carreira nacional o conhecimento de outros idiomas não chega ser uma exigência, mas sim um diferencial do profissional. Mas para a carreira internacional é imprescindível à fluência do inglês, ao menos.
    Devido à diversidade de pessoas com quem o comissário terá contato, quanto mais idiomas diferentes você for fluente melhor será sua comunicação e maiores serão as chances de boas companhias procurarem por você para contratação. Existem alguns casos em que é necessário falar o idioma da companhia, como é o caso da Air France que exige a fluência em francês.

O próximo passo é enviar currículo para as companhias aéreas e aguardar ser chamado para uma entrevista. Quando você for contratado, a companhia deverá oferecer instruções teóricas e práticas sobre o modelo de avião que você irá trabalhar. Somente após a realização e aprovação nessas etapas a companhia aérea solicitará à expedição da licença e do Certificado de Habilitação do comissário, que permitirá o exercício legal da profissão.

Minha maior dica para conseguir uma vaga de comissário é não ficar esperando, e sim enviar currículos para as empresas que você deseja trabalhar.

Rotina é realmente algo bem difícil de ter nessa profissão, sendo que o mais próximo disso que você irá chegar é conhecer a sua escala de viagem.

Ainda ficou com alguma dúvida sobre a carreira de comissária de bordo? Aproveita e acessa o link abaixo e vem saber porque virei comissária

Entre em contato e conte para a gente.

Por onde andei, enquanto você me procurava…

Posted in Filipinas, Vida de Comissária
on 14 de agosto de 2018

Aqui estou eu com um post bem legal, que é sobre uma das coisas que eu adoro nessa vida de comissária: conhecer lugares que nunca imaginei que iria conhecer. É tipo, me belisca para ver se eu estou sonhando.

Mês de Agosto vai ser um mês super lindo na minha roster (mais conhecida como escala para quem é da turma da aviação ai no Brasil). Geralmente recebemos a roster do mês seguinte entre os dias 24-25 de cada mês! E posso dizer que é uma ansiedade muito grande. Então ai vai minha roster do mês de Agosto e os meus relatos por onde passei recentemente.

A roster mais linda que você vai ver é a minha olha só o  mês de Agosto:

  • Manila- Filipinas
  • Sofia – Bulgaria
  • Zagreb- Croácia
  • Bali- Indonésia
  • Beijing – China
  • Zagreb – Croácia
  • Bangkok – Thailandia
  • Praga – Republica Checa
  • Montreal – Canadá ( o destino mais amado por essa pessoa que vos escreve)

MANILA – Filipinas

Esse vôo foi bom. O povo filipino é bem simpático, sorriso no rosto os passageiros são bem agradáveis. E uma coisa que percebi é que, se os passageiros são de boa, o vôo mesmo que cansativo, e por mais longo que seja, já é agradável. Tive um crew maravilhoso, o que também fez a diferença. Foram quase 9 horas de vôo e um layover (pernoite) de 23 horas quase. Chegamos no hotel por volta de umas 23:30 da noite, e uma crew e eu resolvemos comer porque não conseguimos comer nada no avião (até porque eu não costumo comer comida do avião, diz a lenda que engorda hahahahaha)

Depois disso fui dormir (na verdade eu apaguei) e no dia seguinte como tínhamos um tempo razoável para explorar a cidade, dei uma volta no Mall of Asia, fiz massagem e caminhei ao redor do hotel, almocei num lugar super fofo chamado The Old Spaghetti House e eu super recomendo comida boa e barata, e o atendimento maravilhoso! Não deu para fazer muita coisa mesmo, mas achei Manila bem parecida com o nosso Brasil, vi muitos mendigos e a arquitetura é bem próxima dos nosso prédios e tals, confesso que acho o Brasil ainda um pouco melhor rs.

 

 

 

Desafios e adaptação | 4 meses de Qatar

Posted in Morando Sozinha, Vida de Comissária
on 5 de agosto de 2018

Todos nós sabemos que se adaptar a um novo país com novas regras, povo, crenças e tudo que envolve o nosso dia a dia longe da terra natal, é algo desafiador não é mesmo? Imaginem em um país no Oriente Médio onde a cultura é no mínimo… diferente! É por isso que resolvi compartilhar por aqui minha experiência aqui em Doha e mesmo sabendo que estou aqui a pouco tempo já tenho muito para contar.

Eu sempre tive vontade de morar fora e nunca me importei em mudar de vida, na verdade sempre gostei de mudanças, acho que por isso também que escolhi ser comissária de vôo. hahaha

E já desde a hora que cheguei em Doha, estava feliz por ter vindo, mas no começo tive algumas dificuldades, principalmente porque meu inglês estava meio enferrujado e aprender novas terminologias, e palavras novas em outro idioma, com uma cultura totalmente diferente foi mais desafiador ainda, porém ao fim de tudo consegui tirar de letra, e hoje venho dizer com a maior alegria que não poderia estar em melhor lugar com as pessoas que eu amo, e num trabalho que a cada dia amo mais.